Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A dieta dos 365 dias

Blog de nutrição. Alimentação saudável. Receitas. Acompanhamento online.

Aguentar a fome até chegar a casa

03.04.16 | Gisèle Magno

Eis a história dos corajosos, os que aguentam a fome até chegar a casa!

“Saí da cama já tarde, o despertador tocou umas 10 vezes, vesti qualquer coisa e peguei num iogurte. Fiquei só com o iogurte a manhã toda que está um exagero de trabalho em atraso na empresa. Olhe, acabei por nem almoçar, comi só uma tosta mista no café em baixo do prédio. Depois à tarde foi duas bolachas com outro café, e quando cheguei a casa é que foi, comi tudo o que encontrei. Fui mal disposto para a cama. No dia a seguir saí da cama já tarde ……………. “

 

Tem um dia a dia muito agitado, fica stressado, sente um nó na garganta, a comida não passa nem há tempo. Não quer dizer que o seu estômago não sinta fome, não quer dizer que todos os seus órgãos não necessitem de nutrientes nesse dia. Não há nada pior para si, veja os resultados:

 

- Mesmo que não o sinta, acredite que a falta de nutrientes fará com que o seu rendimento, capacidade de concentração e trabalho sejam muito inferiores.

 

- Desregula o seu metabolismo porque, como não dá ao corpo os nutrientes e energia que ele necessita, este entra em "mecanismo de poupança" e tudo o que comer daí em frente será absorvido para reserva de gordura.

 

- Faz mal ao estômago, que passa todo o dia com excesso de acidez e, de repente, é obrigado a processar de uma só vez uma quantidade de comida absurda.

 

- A sua glicemia, quando chega a casa sem comer nada, já está excessivamente baixa. A este ponto já não vai ser capaz de controlar o que come nem a quantidade. Fará as piores escolhas possíveis.

 

- Fica com o sentimento de culpa de tudo o que comeu e não se sente bem consigo mesmo.

 

- Dorme mal, porque o seu estômago não pode repousar (ainda está a fazer digestões atrás de digestões) e como tal o seu corpo não assume que já é hora de dormir.