Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A dieta dos 365 dias

Blog de nutrição. Alimentação saudável. Receitas. Acompanhamento online.

Como sobreviver às estações de serviço

25.04.16 | Gisèle Magno

Seja a caminho de casa, seja numa longa vigem de trabalho, seja a caminho ou regresso de férias, seja quando se vai visitar a família que mora longe … as estações de serviço são quase paragem obrigatória e uma fonte gigantesca de alimentos prontos a levar e prontos a estragar-lhe a saúde.

 

Já reparou nisto? Da entrada até ao balcão temos, mais ou menos por esta ordem: gelados, bolachas, chocolates, bolos de embalagem, batatas fritas de pacote, gomas, chupa chupas. Se sobrevivermos até ao balcão encontramos: menus sempre mais baratos se optarmos pelo croissant misto ou nata com o café. Se também não pedirmos nada e sairmos pelo outro corredor, eis que surge a comida de frigorífico: refrigerantes e sandes em pão de forma com pastas de coisas que engordam.

 

Tudo isto tem um objectivo, fazer com que a sua fome (comum neste tipo de cenário) seja quase obrigada a ceder a uma das prateleiras tão apelativas. E porque os olhos também comem, todos estes alimentos estão estrategicamente colocados no seu longo caminho até ao balcão e de volta ao carro.

 

Pois bem, vamos às soluções?? Independentemente das horas que demora a viagem, não deixe de fazer os lanches só para chegar mais rápido. Não pense só mais 5 km e depois como qualquer coisa. Não pense agora falta pouco faço um lanche quando chegar. Porque se assim for, quando parar para pôr gasolina, tem a sua sentença ditada: vai acabar a comer porcarias!

 

Leve sempre consigo algumas destas opções: fruta fresca, tostas, tortilhas (tostas e tortilhas já existem em pacotes individuais, muito mais práticos para estas situações), iogurtes líquidos, queijinhos, frutos secos e vá petiscando!