Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A dieta dos 365 dias

Blog de nutrição. Alimentação saudável. Receitas. Acompanhamento online.

Arroz integral com bife de perú

18.04.16 | Gisèle Magno

12980646_1182482475097320_260071709_n.jpg

Eis a receita que torna o arroz integral e um simples bife de perú grelhado um pouco mais interessantes! Saudável e ideal para a lista de comidinhas do dia-a-dia.

 

RENDE 1 PORÇÃO

 

Ingredientes:

- 1 bife de perú

- 2 tomates grandes bem maduros

- 3 colheres de sopa de arroz integral

- um ramo de salsa

 

Temperos:

- sal qb

- alho moído qb

- um fio de azeite

 

Numa tacho colocar os tomates em cubos grandes, temperar com sal, e adicionar o arroz. Cobrir com água e vai a lume brando até o arroz estar cozinhado.

 

Cortar o bife de perú em tiras finas, colocar apenas um fio de azeite, alho moído e uma pitada de sal. Envolver. Colocar no wook até lourar. (Eu adiciono a salsa logo de início, porque gosto dela tostada, quem preferir fresca, coloca só no final.)

 

Tempo médio: 20 minutos. E está pronto!

“Sou hipertenso, mas está controlado com o medicamento”

16.04.16 | Gisèle Magno

Não está controlado, está disfarçado. Se é hipertenso há uma série de cuidados que deve ter e manter:

 

- Não utilize o sal de cozinha tradicional, há opções no mercado de sal sem sódio;

- Tempere os seus cozinhados com azeite e ervas aromáticas;

- Emagreça! Se é obeso venha para um IMC de excesso de peso, se tem excesso de peso venha para um IMC de peso normal (IMC índice de massa corporal);

- Faça exercício físico, nem que só uma caminhada de 30 minutos, a maioria dos dias da semana;

- Utilize pão/tostas sem sal ou meio sal;

- Não consuma snacks salgados (bolachas salgadas, frutos secos com sal);

- Não consuma enlatados ou conservas;

- Não consuma qualquer tipo de enchidos, carnes ou peixes salgados;

- Não utilize caldos concentrados;

- Não utilize sopas instantâneas nem refeições pré cozinhadas (rissóis, chamuças, filetes, lasanhas, pizzas,…);

- Café, chá preto e chá verde vão elevar a sua tensão arterial. Se não passa sem café, tome apenas um por dia, distanciado 4 horas da toma da medicação.

 

IMPORTANTE: SE, APÓS ESTES CUIDADOS, A MEDIÇÃO DA SUA TENSÃO ARTERIAL DER VALORES SISTEMÁTICAMENTE BAIXOS NÃO ESTÁ NA ALTURA DE PÔR UM POUCO DE SAL NA COMIDA MAS SIM DE CONSULTAR O SEU MÉDICO E REDUZIR A DOSE DO MEDICAMENTO !!!

Macedónia de legumes e cous-cous

15.04.16 | Gisèle Magno

IMG_20160415_133615.jpg

Esta receita ficou pronta em 10 minutos e deixou um cheirinho maravilhoso na cozinha!

 

RENDE 1 PORÇÃO

 

Ingredientes:

- 1 lata de atum natural

- 1 tigela e ½ de macedómia de legumes (uso a congelada pingo doce)

- 3 colheres de sopa em crú de cous-cous

 

Temperos:

- 1 colher de chá de azeite

- Orégãos qb

- Sal qb

 

Ferver um fundido de água num tacho pequeno, com uma pitada de sal, e adicionar o cous-cous. Deixar repousar e mexer com o garfo até absorver toda a água. Reservar.

Wook: colocar a macedónia e o atum, temperar o atum com orégãos e azeite. Cozinhar em lume brando. Adicionar o cous-cous quando os legumes estiverem cozinhados. Envolver tudo e … bom apetite!!

Pré e pós treino de hoje #2

15.04.16 | Gisèle Magno

IMG_20160415_072850.jpg

PRÉ TREINO

- Chávena de chá preto descafeinado para acordar

- Pão de linhaça (hidratos de carbono de absorção lenta) + compota light (hoje precisava mesmo de energia extra!)

 

IMG_20160415_093209.jpg

 PÓS TREINO

- Iogurte magro líquido sabor a morango (proteína de alto valor biológico)

- Duas tortilhas de arroz (para não ser zero hidratos de carbono, e porque me sabe muito bem a acompanhar iogurte)

- 1 maça em gomos (vitaminas e minerais), polvilhada com canela (termogénico) e amêndoa com pele ralada (gorduras saudáveis)

 

Resulta! 3 horas passadas e fome sem aparecer!

Alternativas ao leite - bebida de avelã

14.04.16 | Gisèle Magno

IMG_20160411_162123.jpgA minha preferida!

 

Para quem gosta de avelã, pois sente-se mesmo o sabor.

Para quem é guloso,  porque a cor e textura aveludada fazem lembrar chocolate quente!

 

Com corn flakes, nas papas de aveia, em panquecas, simples quente ou fria antes de dormir ... é só escolher!

 

Pobre em calorias e enriquecida com cálcio e vitaminas, torna-a uma excelente escolha do ponto de vista nutricional!

Pão

13.04.16 | Gisèle Magno

pao 7.jpg

 Muitas vezes, no início de uma nova consulta, deparo-me com esta afirmação: “Já deixei de comer pão!” Ao que respondo: “Mas porque não gosta ou porque acha que não deve?” Ao que ouço a resposta: “Porque ouvi que engorda e faz mal, que eu bem gosto de pão!”

 

ASNEIRA!

 

O pão, à excepção de pão de forma/muito processado e pão feito só com farinha branca, é um excelente alimento! Quanto mais escuro, melhor! Não tem adição de gordura e /ou açucares, rico em fibras, proteína, vitaminas e minerais! É versátil, pode utilizá-lo fresco, torrado, simples, com fiambre, com queijo, com compota, com manteiga, com azeite a acompanhar uma salada. Um bom pão é sinónimo de saúde!!

 

Pão integral, pão de mistura, pão de sementes, pão de centeio, pão de soja, pão de alfarroba, pão de aveia, pão prokorn … não faltam opções! São hidratos de carbono complexos que vão manter os seus níveis de glicose estáveis e a vontade de comer controlada. E se for caseiro, melhor ainda!

 

Experimente fazer o seu!

“Não gosto de legumes”

12.04.16 | Gisèle Magno

horta.jpg

Saiba distinguir se não gosta, se não está habituado ou se simplesmente anda a cozinha-los de forma demasiado tradicional.

Os legumes são absolutamente essências à nossa boa saúde, ocupando o segundo maior sector na roda dos alimentos.

 

Vamos então a formas fáceis de os consumir!

 

- Sopa passada com sementes de sésamo adicionadas já no prato. Passada mistura o sabor dos legumes para nenhum se destacar, e sente mais o sabor das sementes que os legumes.

 

- Não os consuma individualmente, mas sim misturados com outros alimentos. Em vez de fazer uma massa ou arroz branco, misture com legumes, picados finamente. Em vez de estufar ou guisar “carne com carne” junte alguns legumes para dar sabor.

 

- Faça molhos com legumes, triture com o picador até ficar uma pasta e junte água. Eles estão lá na mesma e nem parece!

 

- Asse legumes no forno, ficam com uma textura e sabor totalmente diferentes. Pode também experimentar grelhar tal como faz a um bife. Pimentos, cogumelos, beringela são bons exemplos.

 

- Faça legumes recheados. Tomate, courgette, beringela, com atum ou carne picada.

 

- Aos tradicionais legumes só cozidos ou salteados, coloque um queijo magro ou especiarias de que goste para disfarçar o sabor.

 

- E, por fim, pode parecer-lhe uma dica sem sentido mas funciona. Misture, na mesma garfada, legume com carne ou peixe, vai custar menos!

Salada fria de queijo fresco

11.04.16 | Gisèle Magno

IMG_20160407_214916.jpg

 

Mais uma opção vegetariana, equilibrada e rápida! Prática para quem leva o almoço/jantar para o trabalho e não quer perder tempo a aquecer comida.

 

RENDE 1 PORÇÃO

 

Ingredientes:

- 1 queijo fresco magro

- 1 mão cheia de massa integral em cru

- 2 chávenas almoçadeiras de rúcula

 

Temperos:

- Sal fino (1 colher de café)

- Orégãos qb

- Azeite (1 colher de sopa)

 

 Coza a massa em água, escorra e deixe arrefecer. Misture todos os ingredientes no prato, adicione os temperos e ... já está!