Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A dieta dos 365 dias

A dieta dos 365 dias

29
Jul16

Meu querido mês de Agosto!

Gisèle Magno

Pois é, agora é que começa a doer! O mês em que os miúdos não têm infantário, o mês em que a maioria das pessoas fica de férias, o mês em que vem a família de fora, o mês em que a cada esquina há uma desculpa para dar uns pontapés valentes na dieta!

 

“Aiii (suspiro) … este mês é para esquecer!”

“Vem cá o meu filho e a minha nora, não lhes posso dar saladas coitados!”

“O meu irmão já me pediu para lhe fazer rojões e comprar presunto e queijo da serra.”

“Com os meus netinhos cá em casa, há bolo todos os dias, santa paciência!”

 

Vamos fazer diferente este ano??

 

DICA 1: tire 20 minutos do seu dia para fazer uma caminhada, nem que seja só optar pela padaria mais longe, e já fica arrumada de manhã quando vai buscar o pão.

 

DICA 2: beba religiosamente 2L de água por dia, todos os dias!

 

DICA 3: mantenha a base da sua alimentação, fuja à dieta só na hora dos “ajuntamentos”.

 

DICA 4: faça as sobremesas que tem a fazer, mas faça também uma salada de fruta.

 

DICA 5: faça a comida que tem a fazer, mas faça também uma boa salada mista a acompanhar.

 

DICA 6: compre as bebidas que tiver que comprar, mas faça também um chá frio de aroma frutado para estar sempre na mesa.

 

DICA 7: coma sempre sopa 30 minutos antes de começar a servir a refeição ou, se almoçar/jantar fora, imediatamente antes de sair de casa.

 

DICA 8: tenha sempre em casa à disposição pão escuro ou tostas integrais, iogurtes magros, gelatinas, frutos secos, fruta fresca da época e queijinhos individuais. (use-os nas refeições intercalares e quando for para a praia ou passear o dia todo).

 

DICA 9: se é acompanhado na nutrição, não deixe de ir às consultas. É realmente importante manter o controlo sobre a evolução do peso/medidas, tendo assim noção dos “estragos”.

 

DICA 10: se não conseguir seguir estas dicas, pense em mim, pense no meu ar de reprovação, pode ser que ajude :)

 

E O BLOG FICA TAMBÉM DE FÉRIAS POR UNS BREVES DIAS

SIGA AS DICAS

E ATÉ JÁ!!!!

28
Jul16

Estufado de lentilhas e legumes

Gisèle Magno

996c5051-aaca-448a-a9eb-5083f68b0834.jpg

RENDE 1 PORÇÃO

 

Ingredientes:

- 6 colheres de sopa de lentilhas

- 1 cenoura pequena

- 1/4 de couve coração pequena

- 4 cogumelos frescos laminados (ou 1 lata pequena)

 

Temperos:

- 1 colher de sopa de azeite

- 1 colher de café rasa de sal

- orégãos qb

 

Demolhar as lentilhas (6 horas minímo) e cozê-las em água por 10 minutos. Reservar.

No wook, colocar os cogumelos regados com o azeite e orégãos. Quando estes começarem a cozinhar, juntar a cenoura e couve coração em juliana. Temperar com o sal. Quando os legumes estiverem a seu gosto, junte as lentilhas e envolva tudo muito bem.

 

Está pronto a servir!!!

27
Jul16

Lentilhas - proteínas da natureza!

Gisèle Magno

A mostrar IMG_20160726_223200.jpgA mostrar IMG_20160726_223200.jpg

3be1c522-5af6-4641-a069-fa8dd4529c59.jpg

Um dos alimentos que prova o real poder da natureza. Pouca utilizada na culinária portuguesa, mas de valor nutricional de excelência. Baixas em calorias e riquíssimas em proteína (22g por cada 100g) e fibra (30g por 100g).

 

Este elevado teor de fibra tem vindo a mostrar um poderoso efeito no controlo de níveis de colesterol e glicose sanguínea.

 

Muito versátil! Excelente para incluir num cardápio vegetariano, numa caldeirada de vegetais por exemplo, ou para fortificar a refeição de quer procura aumentar massa muscular, estufadas e acompanhadas com ovos escalfados.

 

Compre lentilhas secas, demolhe 6 horas, coza por 10 minutos, e junte aos seus pratos favoritos ou use como acompanhamento simples.

 

Em breve, receita!!

25
Jul16

Treine todo o dia!!

Gisèle Magno

Quer tenha ou não tempo para praticar desporto, eis uma série de pequenas coisas que pode e deve fazer para adicionar saúde aos seus dias. Vamos combater o sedentarismo??

 

- Não use elevadores, suba e desça escadas! Se quer emagrecer faço-o em modo corrida lenta, se quer tonificar, faço-o lentamente e a apertar os glúteos.

- Se trabalha sentado contraia o abdominal a maior parte do dia. Se trabalha de pé, também! Aprenda especialmente a contrair o abdominal inferior, que o obrigará também a saber controlar a sua respiração.

- Deixe o carro longe, ponha phones nos ouvidos, e faça o resto do caminho a pé.

- Deixe a água na cozinha, e como deve beber muita, terá de se levantar várias vezes do sofá. Faça o mesmo, se possível, no local de trabalho.

- Leve o lixo/reciclagem todos os dias. Verefique a caixa de correio todos os dias. E faça uma viagem para cada uma destas coisas.

24
Jul16

Ementa da semana

Gisèle Magno

df042650-244f-49e0-8485-835b39c5a532.jpg

Dá voltas à cabeça e nunca sabe bem o que cozinhar?? Simplifique! Compre um quadro/ardósia, coloque na sua cozinha e vamos ao trabalho!

 

Escreva todas as proteínas que tem disponíveis em casa para a semana. Comece sempre a planear o prato pela proteína, torna a tarefa mais simples. Quando já a tiver utilizado coloque um visto. Depois é só juntar acompanhamentos!

 

Escolha a salada ou legumes que ligam bem com o prato! Dê preferência aos que tem no frigorífico para não estragarem, de seguida recorra às reservas congeladas ou enlatadas.

 

Nos hidratos o truque é variar e escolher algo que lhe faça sentido e saiba bem com a proteína que escolheu (leguminosas, quinoa, massa integral, arroz, batata, cous cous, batata doce…).

22
Jul16

Afinal, o que é isso de agricultura biológica? Vale mesmo a pena?

Gisèle Magno

legumes-agricultura-biologica.jpg

“A Agricultura Biológica é um modo de produção que visa produzir alimentos e fibras têxteis de elevada qualidade, saudáveis, ao mesmo tempo que promove práticas sustentáveis e de impacto positivo no ecossistema agrícola. Assim, através do uso adequado de métodos preventivos e culturais, tais como as rotações, os adubos verdes, a compostagem, as consociações e a instalação de sebes vivas, entre outros, fomenta a melhoria da fertilidade do solo e a biodiversidade.

Em Agricultura Biológica, não se recorre à aplicação de pesticidas nem adubos químicos de síntese, nem ao uso de organismos geneticamente modificados. Desta forma, garante-se o direito à escolha do consumidor e é salvaguardada a saúde do consumidor, ao evitar resíduos químicos nos alimentos. É, além disso, salvaguardada a saúde dos produtores, que evitam o contacto com químicos nocivos e preserva-se o ambiente da contaminação de poluentes, cuja actual carga sobre os solos e as águas é, em grande parte, da responsabilidade de sistemas intensivos de agropecuária.”

em Associação Portuguesa de Agricultura Biológica

 

Quanto opta por produtos de agricultura biológica está a garantir saúde, frescura e pureza à sua mesa. Os produtos de agricultura biológica estão totalmente isentos de produtos químicos, sendo que mesmo a contaminação cruzada está salvaguardada (isto é, o próprio terreno antes de conter este tipo de produção é totalmente limpo e a inexistência de campos de cultivo tradicional ou indícios de poluição em redor é assegurada).

 

DESVANTAGEM: é cara. E é cara porque há muito desperdício. Logicamente que, sem tratamento, muitos destes alimentos apodrecem ou apresentam características que impedem a venda ao público. Além disso, é sazonal. Não podemos, por exemplo, fazer nascer ameixas ou tomates fora da época, sem que haja adubos.

 

Se tem a possibilidade de optar por produtos de produção biológica, não hesite! Caso isso não lhe seja logisticamente ou financeiramente possível vá alternando. Compre frutas e legumes de agricultura tradicional, e, quando apanhar uma boa promoção, compre uns quantos de agricultura biológica e congele (aumentando assim o seu tempo de vida).

19
Jul16

Sobre as bolas de berlim na praia

Gisèle Magno

15572673_hDraO.jpeg

“Não sei o que me parece ir a praia e não comer uma bolinha de berlim!” Eu sei o que me parece, parece-me uma atitude extremamente sensata e saudável!

 

A bola de berlim, além de creme de pasteleiro e massa de bolo doce, é FRITA com gorduras nada saudáveis (como deve imaginar) e leva AINDA MAIS açúcar por cima. E, como que tudo isto não fosse ainda o suficiente, é um bolo de grandes dimensões.

 

Não se deixe levar pelo chamamento "olha a bola de berlimmmmm" :)

Mude de hábitos. Mude de vida!!!

18
Jul16

Arroz de cogumelos com cebolada de perú

Gisèle Magno

d46bcd54-c627-40fb-b1c9-286137263a91.jpg

 RENDE 2 PORÇÕES

 

Ingredientes:

6 a 8 cogumelos frescos grandes

8 colheres de sopa rasas de arroz vaporizdo

2 bifes de perú

2 cebolas médias

 

Temperos:

azeite

sal

alho moído

orégãos ou salsa fresca

 

 

ARROZ: Numa caçarola, juntar os cogumelos laminados com o arroz. Temperar com um fio de azeite, uma pitada de sal e orégãos ou salsa a gosto. Levar a lume brando,  sempre tapado, para começar a libertar a água dos cogumelos. Quando estes começarem a ficar suaves, adicionar um copo pequeno de água e deixar cozinhar.

 

CEBOLADA DE PERÚ: No wook, colocar os bifes de perú cortados em tiras e as cebolas em lascas grossas. Temperar com um fio de azeite, uma pitada de sal, alho moído e orégãos a gosto. Cozinhar em lume brando até lourar. (demora tanto quanto o arroz)

 

Bom apetite!!!!

Pág. 1/3

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

CONSULTA DE NUTRIÇÃO

Porto - Boavista; Gaia - Centro/Praias/Grijó; Espinho

CONSULTA DE NUTRIÇÃO ONLINE

Ideal para quem vive longe, tem horários confusos e falta de tempo. Não há mais desculpas para não cuidar de si, nutrição à distância de um "click"!

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mensagens

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D